Notícias

Gestor da Santa Casa, Henrique Prata avalia ano de 2017

O gestor da Santa Casa de Misericórdia de Barretos Henrique Prata, fez um balanço geral sobre o primeiro ano de gestão. Quando assumiu , o hospital operava com custo R$ 8,2 mi com uma receita de R$ 4 mi
Conseguimos melhorar a conta com custo de R$ 6 mi e uma receita de R$ 4,3 mi Durante todo ano foi praticada uma medicina totalmente diferente com 80% do corpo médico presencial, e um número maior de médicos especialistas em vários lugares como na emergência e UTI .
A produção aumentou em 40%, reduzindo o custo e a mortalidade também diminuiu
A grande queixa permanece a respeito da baixa colaboração espontânea da sociedade e a perca de receita de direito em detrimento da política local .
“A sociedade civil precisa se conscientizar e ajudar a Santa Casa. Criaremos uma conta para doações espontâneas para a instituição sem passar por lugar nenhum, uma conta direta para a Santa Casa”, finalizou.