Notícias

O Pronto Socorro da Santa Casa é contratado e remunerado somente para atendimentos referenciados

Desde 2016, ano em que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi inaugurada, o Pronto Socorro (P.S.) da Santa Casa de Misericórdia de Barretos deveria atender somente pacientes que fossem encaminhados pela UPA, de outros prontos socorros e pelo SAMU.

No entanto, devido à instabilidades na UPA, o hospital continuou realizando os atendimentos para evitar que a população ficasse sem assistência.

Dentro do SUS, a Santa Casa está contratada somente para executar os atendimentos de casos que lhe são encaminhados e não os demais pacientes que vão diretamente ao hospital.

Com a atribuição retirada da Santa Casa, os recursos recebidos por esse serviço também foram transferidos para a UPA, ou seja, o P.S. realizava esses atendimentos sem verba para isso, podendo ainda sofre penalidades.

No modelo atual, com níveis de complexidade direcionados para locais diferentes, os pacientes com casos mais graves não deixam de ter atenção prioritária dentro da Santa Casa. As normas do SUS não são contrariadas e os demais pacientes de baixa e média complexidade conseguem ter um atendimento ainda mais especializado.

A mudança:

Em abril deste ano, o gestor da Santa Casa de Misericórdia de Barretos, Henrique Prata, apresentou, em uma coletiva, as demandas de atendimento realizadas pelo hospital, onde a grande maioria deveria ter sido feita na UPA e só depois encaminhadas para a Santa Casa.

Com a mudança, baseada na Portaria nº1.600, de 7 de julho de 2011, do Ministério Público, os índices da Santa Casa melhoraram substancialmente e principalmente no que se refere a sobrevida de pacientes em casos graves. Ademais, também gerou benefícios a todos os pacientes, seja de baixa, média ou alta complexidade, pois priorizou os casos de urgência e emergência em um só lugar, desafogando outros pontos de atendimentos da saúde pública.

Sempre haverá uma Unidade de Saúde próxima a você! Em casos de urgência e emergência, vá diretamente a UPA ou acione o SAMU-192.